Estreia do Filme Iván nos cinemas

Estreia Filme Ivan nos Cinemas

Filme “Iván” tem datas de estreia confirmadas em cinco capitais brasileiras

A partir de 19 de novembro, entra em cartaz o filme “Iván”, longa-metragem do diretor Guto Pasko que retrata a história real do refugiado ucraniano Iván Bojko, que durante a Segunda Guerra Mundial foi tirado à força de seu país por nazistas, realizou trabalhos forçados na Alemanha, imigrou para o Brasil, foi impedido de fazer contato com sua família, e após 68 anos retornou à Ucrânia, aos 91 anos, em um reencontro com o seu país, sua família e seu passado. Continuar lendo

Madrugada Sangrenta na Imprensa

Acompanhe o que a imprensa tem divulgado sobre a vinda de Roger Corman ao Brasil!

 

  • CINEMA UOL – 22/08/2014

http://cinema.uol.com.br/noticias/redacao/2014/08/22/evento-traz-ao-brasil-diretor-de-filme-trash-que-revelou-jack-nicholson.htm

  • Portal Garagem Hermética Quadrinhos – 20/08/2014

http://ghq.com.br/roger-corman-vem-ao-brasil-para-a-madrugada-sangrenta/

  • Gazeta do Povo – 20/08/2014

http://www.gazetadopovo.com.br/cadernog/conteudo.phtml?id=1492453&tit=Cinema-de-horror-assombra-Curitiba

  • Blog Orelhada – 19/08/2014

2,18,,,77″ target=”_blank”>http://wp.clicrbs.com.br/orelhada/2014/08/19/b-de-bem-vindo-roger-corman/?topo=84,2,18,,,77

  • Cinema em Cena – 18/08/2014

http://www.cinemaemcena.com.br/plus/modulos/noticias/ler.php?cdnoticia=53526

  • IC News – 18/08/2014

http://www.icnews.com.br/2014.08.18/variedades/diversao/roger-corman-vem-a-madrugada-sangrenta/

LINE UP 2014 / 2015

Moro Filmes orgulhosamente apresenta os lançamentos previstos para Cinema 2014 / 2015.

CATIVAS – PRESAS PELO CORAÇÃO

Poster Cativas A história de sete mulheres livres que se mantêm cativas em nome do amor.

Apaixonadas por presidiários,  elas vivem as limitações do relacionamento e    a esperança de um dia constituir uma família do lado de fora.

O filme investiga como são estes casamentos, o que eles são capazes de construir ou destruir na vida delas.

O universo destas mulheres é visto por meio de relatos emocionados, cartas carinhosamente decoradas e um acesso privilegiado à intimidade dos casais.

Dir: Joana Nin | 77 min. | Cor | 2014 

IVAN

cartaz baixaEm 1942 Iván Bojko foi arrancado de sua aldeia natal na Ucrânia pelos nazistas e levado para trabalho forçado na Alemanha.

Em 1948 ele imigrou para o Brasil como refugiado de segunda guerra mundial e nunca mais conseguiu voltar para a Ucrânia, mas se manteve ligado às tradições culturais do seu país através da música. 68 anos depois, o filme documenta o retorno de Iván Bojko a sua terra natal, numa verdadeira viagem “de volta para o passado”, aos 91 anos de idade.

Baseado nos diários de Iván, as imagens e sons funcionam como canais de acesso a uma experiência do imaginário, que atravessam as simples lembranças do imigrante e chegam até o nosso imaginário também.

Dir: Guto Pasko | 109 min. | Cor | 2014

Suíços Brasileiros em Cartaz no Cine Guarani

O Carnaval de Curitiba é eclético, e uma boa opção para estes dias é a estréia do docudrama “Suíços Brasileiros – Uma História Esquecida” no Cine Guarani.

Há pouco mais de 160 anos, a região Sul do Brasil recebeu imigrantes da Suíça, que na época passava por uma grave crise econômica, que levou cerca de 50 famílias de suas regiões mais pobres a buscarem melhores oportunidades de vida em outras terras. O destino foi a Colônia Dona Francisca (hoje Joinville, Santa Catarina), fundada por estes suíços, que depois se espalharam para outras cidades. No entanto, esta história ficou esquecida com o passar dos anos, e muitos associam os alemães como pioneiros da região.

A inspiração para iniciar este projeto partiu do livro “Suíços em Joinville – O Duplo Desterro”, do pesquisador Dilney Cunha. O diretor Calixto Hakim ficou interessado em trazer esta história para o cinema. Para isso, iniciou-se um contato com a cidade de origem dos imigrantes, na Suíça, para viabilizar o projeto. “O livro foi publicado também na Suíça. Há uma parceria entre as cidades de Joinville e Schaffhaussen e se criou um comitê por causa deste livro, desta pesquisa. Lá eles também não sabiam muito desta história. Então eu e a produtora do filme Katharina Beck, que é suíça, propusemos a este comitê de levar este livro para as telas”, explica Calixto. O filme foi viabilizado por incentivos brasileiros (Lei Rouanet) e do Governo da Suíça (federal e cantonal).

Flyer-Suicos-Cine-Guarani